13/07/2017 - Trabalho intermitente: mais empregos no Brasil


Setor de comércio e serviços comemora aprovação da reforma trabalhista e espera o impulsionamento da economia nacional

alt

Presidente Temer sancionou hoje (13) a Reforma Trabalhista e trabalho intermitente está mantido na lei



Em clima de festa. Foi assim que os empresários de todo o Brasil se sentiram com a sanção da Reforma Trabalhista, sem vetos, pelo presidente Michel Temer no dia 13 de julho. A acertada decisão mostra que o país deseja avançar no processo de atualização das leis, que por terem sido criadas na década de 40, já não mais se adequam ao moderno mercado de trabalho.

Entre os pontos da reforma trabalhista, a Abrasel considera o trabalho intermitente uma das questões primordiais para alavancar a economia brasileira. Com esta decisão, a previsão é que só no setor de alimentação fora do lar sejam criadas 2 milhões de novas vagas de emprego nos próximos cinco anos. Solmucci destaca ainda a importância do trabalho conjunto com outras entidades para que isso se tornasse realidade, sobretudo a União das Entidades de Comércio e Serviços (UNECS). “Temos trabalhado há quase duas décadas para que isso se tornasse realidade. Destaco aqui a atuação em conjunto com a UNECS e com a Frente Parlamentar em Defesa do Comércio e Serviços, presidida pelo deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), além da liderança impecável do deputado Rodrigo Maia e do senador Eunício Oliveira, que entenderam a importância dessa Reforma para o País e se comprometeram a trabalhar em prol da mesma”, finaliza.

A nova legislação entra em vigor em meados de novembro, com a oportunidade para contratações para o final do ano. Essa conquista da sociedade brasileira, que tem o potencial de gerar novos empregos e impulsionar a economia nacional, é comemorada pelo setor de comércio e serviços, que representa 68% do PIB nacional e 73% dos empregos diretos. Somente as sete instituições representativas que compõem a União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNECS) respondem por 21% das vagas formais do país e detém o faturamento de R$ 1 trilhão.

 
Acompanhe a Abrasel também nas mídias sociais:

alt alt alt