19/06/2017 - Belém comemora o "Dia da Gastronomia Sustentável" das Nações Unidas


Evento destaca o potencial do turismo regional, o projeto de gastronomia sustentável e promove alimentos orgânicos


alt


O Dia da Gastronomia Sustentável foi celebrado neste domingo (18). Instituído pela Assembleia Geral das Organizações das Nações Unidas (ONU), a ideia é reconhecer a gastronomia como uma manifestação das diferentes sociedades associada à diversidade natural e cultural do planeta.Pensando nisso, a Prefeitura de Belém realizou neste final de semana o Festival "Belém Ilhas e Sabores" no Complexo Ver-o-Rio. Entre os participantes, o destaque ficou a cargo de quem sabe bem sobre o assunto sustentabilidade.

O restaurante “Toró” traz uma pegada sustentável com viés ecológico desde a escolha do nome. “Chuva forte, que acontece no inverno amazônico. Essa é uma condição ambiental e de origem indígena, por isso resolvemos unir o conceito ecológico com o nosso linguajar”, explicou Susane Rabelo, que gerencia o restaurante junto com o marido Wagner Vieira. Para o "Belém Ilhas e Sabores", o casal criou o prato "Risoto Toró", desenvolvido com os princípios do empreendimento que usa insumos orgânicos e agroecológicos, todos oriundos do Pará. “A mistura é boa, vai desde arroz cateto orgânico, ao queijo de búfalo do Marajó com camarão e cachaça de jambu. Esse prato faz parte da nossa biodiversidade”, afirmou Wagner.

Ainda segundo Wagner, o evento foi uma oportunidade para que os profissionais da área mostrem a criatividade. E eles fizeram isso contemplando a data oficial da ONU. “Nós tivemos essa responsabilidade de mostrar também essa questão sustentável que o empreendimento prega. Estaremos valorizando o que nosso Estado tem, temos diversos ingredientes diferentes e precisamos usá-los”. O festival "Belém Ilhas e Sabores" marcou o encerramento do circuito gastronômico Brasil Sabor, organizada pela Abrasel no Pará. A programação incluiu palestras, aulas show, e a presença de todos os restaurantes que participaram do Brasil Sabor.Em 2015, Belém foi eleita a Cidade Criativa da Gastronomia pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) junto com outras 17 cidades no mundo.

Gastronomia Sustentável 

Na resolução da ONU, países concordam que modos sustentáveis de preparação dos alimentos podem ajudar a comunidade internacional a cumprir a Agenda 2030 da ONU – para o desenvolvimento sustentável. A deliberação da Assembleia indica que a gastronomia ambientalmente responsável pode promover o desenvolvimento agrícola e a produção consciente de alimentos, e ainda fortalece a conservação da biodiversidade e a segurança alimentar das comunidades.


Com a realização do Brasil Sabor, que visa destacar ainda mais o grande potencial do turismo regional, o projeto de gastronomia sustentável pretende promover alimentos orgânicos como eixo central, mas cercado de outros recursos que trarão incentivos para a chegada e permanência de turistas, e com isso, sensibilizar a comunidade sobre a importância e o cuidado do meio ambiente, buscando uma alimentação mais saudável através de informações, valores e procedimentos que podem auxiliar para a sustentabilidade de determinados locais.

Fonte: Agência Belém


Acompanhe a Abrasel também nas mídias sociais:
alt alt alt