18/05/2017 - Programa capacita bares no momento de servir cachaça



Iniciativa da associação fluminense de produtores começa segunda fase da campanha e pretende qualificar 400 profissionais de 55 estabelecimentos


Apesar de novos rótulos e confrarias, a cachaça ainda é marginalizada. Para tentar diminuir estereótipos de bebida simples ou de segunda categoria, os produtores fluminenses resolveram investir em outra ponta: o serviço no que diz respeito à iguaria. A iniciativa da Associação dos Produtores de Cachaça do Estado do Rio de Janeiro (Apacerj) foca na capacitação de bartenders e garçons de bares e restaurantes cariocas. O projeto, chamado Embaixadas da Cachaça, já iniciou o treinamento de estabelecimentos da Tijuca e Botafogo, e na quarta (17) começam a atuar nos polos gastronômicos de Santa Teresa e do Lido.



"A expectativa é de que o programa leve os bares e restaurantes a oferecer o correto serviço em cachaça, com conhecimento sobre o produto tradicional e típico do Brasil, e competência para informar aos clientes sobre os rótulos das cachaças do Rio", explica a presidente da Apacerj, Katia Espírito Santo. A qualificação inclui orientação sobre os tipos de cachaça, além de treinamento para preparação de drinques e harmonização com a comida. O projeto também promove aulas sobre a história da bebida e o seu valor cultural.  O objetivo é capacitar 400 funcionários de 55 estabelecimentos diferentes espalhados pela cidade. Os polos gastronômicos dos bairros são prospectados pelo Sebrae/RJ e a própria associação também indica as lojas.
"A proposta do programa é capacitar funcionários de estabelecimentos comerciais a oferecer ao cliente a melhor experiência na degustação da autêntica bebida nacional", avisa Katia.


Após a capacitação, os estabelecimentos continuam alvo do projeto. Os que mantiverem a qualidade do serviço ao longo de um ano receberão o selo Embaixada da Cachaça. "O projeto tem duração de um ano, com ações de treinamento e acompanhamento. A avaliação final do projeto indicará ações futuras da Apacerj", diz Katia. O programa começou a ser implantado no segundo semestre do ano passado. O Entretapas, em Botafogo, foi o primeiro restaurante a receber o selo de excelência. Ainda em 2016, foram treinadas equipes de serviço para a Casa de Espanha (Humaitá) e o Food Truck do Rio Media Center, durante as Olimpíadas do Rio. "Queremos dar a oportunidade aos turistas de experimentarem a bebida, conhecendo suas peculiaridades, os diferentes tipos, os sabores variados. Há cachaças muito nobres que precisam ser mais conhecidas", diz a presidente da Apacerj.


Parcerias

Além da associação de produtores e do Sebrae/RJ, a ação também tem parceria da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Sindicato das Empresas Distribuidoras e Transportadoras de Bebidas (Sindbeb), Secretaria estadual de Turismo e TurisRio. "Bares e restaurantes vão estar preparados para oferecer um serviço diversificado. Com isso, também esperamos o crescimento do setor no estado, um polo de excelência na produção da cachaça de alto padrão e importante gerador de empregos e receitas no país", avalia Katia.


Fonte: DCI - Comércio, Indústria & Serviços


Acompanhe a Abrasel também nas mídias sociais:

alt alt alt